➥ GUIA DE PARTICIPAÇÃO 2023

Perguntas frequentes

Processo Seletivo Unificado


Por que a seleção será unificada nesta edição de 2023?


Durante o planejamento do processo seletivo de 2023, observamos o grande potencial dos(as) nossos(as) candidatos(as) para participar de outros programas do Vetor Brasil que possuem o mesmo perfil como público alvo. Pensando nisso, decidimos fazer nesta edição uma seleção unificada onde os(as) candidatos(as) ao final do processo seletivo vão estar certificados(as) e aptos a participar tanto do Programa Trainee de Gestão Pública, quanto do Programa de Residência em Gestão Pública.


Quais programas do Vetor Brasil eu posso participar depois de receber a certificação do Processo Seletivo Unificado 2023?


Após receber a certificação você estará apto a participar do Programa Trainee de Gestão Pública e do Programa de Residência em Gestão Pública, não sendo possível atuar nos dois programas ao mesmo tempo.



Programa Trainee de Gestão Pública


O que é o Programa Trainee de Gestão Pública?


Pioneiro no país, o programa atrai, pré-seleciona e desenvolve pessoas para compor equipes de alto desempenho no setor público brasileiro, além de também potencializar a trajetória de profissionais que já atuam no setor público. O programa tem duração de 12 meses após aprovação no processo seletivo e cada participante terá a oportunidade de integrar uma rede de profissionais que estão trabalhando em projetos transformadores em todas as regiões do país.


O que é o Programa Trainee de Gestão Pública Regular?


O Programa Trainee de Gestão Pública modalidade Regular tem por objetivo selecionar jovens em início de carreira que ainda não atuam como profissionais públicos, e através do processo seletivo unificado estão buscando uma oportunidade de atuação no governo. 


Ou ainda, para jovens em início de carreira que já atuam como profissionais públicos, mas que não possuem seu escopo de atuação correspondente ao do Programa Trainee de Gestão Pública e/ou não pretendem permanecer em seu atual órgão de atuação.



O que é o Programa Trainee de Gestão Pública Profissionais Públicos?


Durante as edições anteriores do processo seletivo do Programa Trainee de Gestão Pública, tivemos um número significativo de candidaturas de pessoas que, ao virarem finalistas, nos contavam que já atuavam no governo e que desejavam permanecer nos seus respectivos cargos.


Assim como no ano passado, levando em consideração as demandas deste grupo, teremos uma modalidade voltada exclusivamente para profissionais já atuantes no setor público. Este ano, além da seleção de trainees regulares para o Programa Trainee de Gestão Pública, teremos também a seleção de profissionais públicos em um único processo seletivo , chamado Processo Seletivo Unificado 2023. A seleção de profissionais públicos é destinada a jovens s em início de carreira, que possuem o escopo de sua atuação correspondente ao do programa e também que pretendem permanecer por pelo menos mais 12 meses em seu atual órgão de atuação.




Existem diferenças entre as etapas de seleção dentro do Processo Seletivo Unificado para quem é profissional público e para quem não é?


O Processo Seletivo Unificado é destinado a seleção de jovens em início de carreira para o Programa Trainee de Gestão Pública (TGP) nas modalidades Regular e Profissionais Públicos e Programa de Residência em Gestão Pública, e não há diferenças entre as etapas para as modalidades ou para os programas. Todos os candidatos farão o mesmo fluxo de etapas e passos. 


Quais são os públicos-alvo das modalidades regular e profissionais públicos do Programa Trainee de Gestão Pública?


O Programa Trainee de Gestão Pública possui como escopo de atuação as seguintes áreas: 


a. Análise de dados, e/ou;

b. Captação de recursos, e/ou;

c. Gestão fiscal e orçamentária, e/ou;

d. Gestão de implementação de políticas públicas, e/ou; 

e. Gestão de parcerias e contratos, e/ou; 

f. Gestão de projetos e/ou processos, e/ou;

g. Gestão de tecnologia e/ou inovação, e/ou;

h. Monitoramento e avaliação de políticas públicas, e/ou; 

i. Planejamento estratégico. 



Profissional público



Se você já é profissional público, seu escopo de atuação é compatível com o do programa e você pretende continuar na mesma posição e órgão atuais por pelo menos mais 12 meses (a partir de 01/01/2023), o processo seletivo para profissionais públicos é indicado para você.



Trainee Regular



Agora, se você é jovem em início de carreira que tem interesse em ingressar no setor público, ou então se você já é profissional público, mas seu escopo de trabalho não é compatível com o do programa ou mesmo se você não pretende continuar na posição e órgão que ocupa atualmente, o processo seletivo regular é indicado para você.



Se você ainda está com dúvidas e quer confirmar se o seu cargo é compatível com o processo seletivo de Profissionais Públicos , escreva uma mensagem para a gente em “Novo Ticket De Suporte”.


Para conhecer mais sobre cada uma das etapas, acesse o Guia de Participantes


Ao me tornar Trainee de Gestão Pública na modalidade Profissionais Públicos terei algum aumento salarial, promoção ou realocação ou alteração de cargo?


Não. Ao adentrar no Programa Trainee de Gestão Pública na modalidade Profissionais Públicos você deverá permanecer no mesmo cargo por, pelo menos, 12 meses. Por parte do Vetor Brasil não haverá nenhum tipo de intervenção ou negociação salarial, ficando à critério do próprio órgão onde o Trainee está alocado. Também não será feita nenhuma alteração no cargo ou realocação por parte do Vetor. 

Caso alterações de cunho salarial sejam do interesse órgão, não há impedimento perante o Programa. Caso alterações de cargo/órgão sejam do interesse do trainee e do órgão será necessário realizar uma avaliação pelo time interno sobre o novo escopo de trabalho para manutenção do trainee no Programa. 


Como é o dia a dia de Trainees de Gestão Pública no TGP?


O dia a dia varia bastante de acordo com a vaga na qual a pessoa está alocada e o ambiente organizacional. Por exemplo, uma vaga na Coordenadoria de Gestão do Patrimônio no município de Fortaleza é bastante diferente de uma vaga no Setor de implantação do ensino em tempo integral em São Paulo. 


Em linhas gerais, esperamos que as posições sejam sempre de gestão e possibilitem espaço para inovação. Isso significa que o cotidiano pode ser composto por diversas atividades, tais como: articulação com atores da política pública na qual está inserido, gestão de processos ou projetos, participação no planejamento estratégico, análise de dados, além de rotinas operacionais (presentes em quase todas as rotinas de trabalho), etc.  


Além disso, as atividades diárias exigem bastante trabalho, resiliência e dedicação. O governo é um ambiente desafiador, com dinâmicas que se alteram a depender do contexto presente, e os desafios que buscamos resolver enquanto profissionais públicos são complexos, pois envolvem diversos atores, prioridades e interesses distintos, o que exige do trainee resiliência e paciência. Veja o relato da rede aqui!


Também é esperado que, como trainee, você coloque a mão na massa e trabalhe do planejamento à operacionalização dos projetos – não vale só ficar no computador fazendo análises de planilhas! É um trabalho que envolve bastante desenvolvimento interpessoal, para além das competências técnicas em gestão pública.  


Quanto tempo dura o Programa TGP?


O Programa tem duração de 12 meses a partir da assinatura do Termo de Compromisso de Trainee. Para participantes do processo regular no Programa TGP, o termo é enviado caso a pessoa tenha sido aprovada na etapa de Entrevista com Governo e tenha sua contratação formalizada. Já para os profissionais públicos o termo é enviado caso a pessoa tenha sido aprovada na Etapa de Entrevista por Competência, pois a mesma já está atuando em um governo.

 



Programa de Residência em Gestão Pública


O que é o Programa de Residência em Gestão Pública?


O Programa de Residência em Gestão Pública é uma iniciativa inovadora que alia a experiência prática da atuação profissional no governo com uma formação acadêmica no formato de uma pós-graduação lato sensu em gestão pública, certificada por uma Instituição de Ensino Superior credenciada. Através do Programa, conjugamos uma formação robusta em gestão pública e políticas públicas temáticas, com o apoio aos governos na ponta. Os residentes cursam os módulos previstos pelo programa do curso ao mesmo tempo em que atuam junto aos órgãos públicos relacionados com sua formação, cumprindo uma carga horária prática obrigatória no formato de estágio de pós-graduação. 



Como é o dia a dia dos Residentes do Programa de Residência em Gestão Pública?


Em linhas gerais, esperamos que as posições sejam sempre de gestão e possibilitem espaço para inovação. Isso significa que o cotidiano pode ser composto por diversas atividades, tais como: articulação com atores da política pública na qual está inserido, gestão de processos ou projetos, participação no planejamento estratégico, análise de dados, além de rotinas operacionais (presentes em quase todas as rotinas de trabalho), etc.  


A carga horária semanal de dedicação ao Programa é de 40h semanais considerando as atividades do estágio e as aulas do curso de pós-graduação.


O residente também é acompanhado por um Programa de Tutoria com o objetivo de potencializar seu desenvolvimento profissional e suas entregas na atuação no setor público.


Quanto tempo dura o programa?

Os Programas de Residência em Gestão Pública podem variar de 12 a 18 meses.



Qual o público alvo do Programa de Residência em Gestão Pública?


O Programa de Residência é destinado a pessoas em início de carreira que não atuam como profissionais públicos e que possuem interesse em cursar uma pós-graduação focada na implementação de políticas públicas


Perguntas gerais  


Preciso ter experiência e/ou conhecimentos específicos em gestão pública para participar do processo seletivo unificado?


Não. Não é necessário possuir nenhum conhecimento específico ou experiência prévia com gestão pública para participar dos Programas Trainee de Gestão Pública ou Residência em Gestão Pública. Queremos pessoas engajadas e comprometidas em fazer a mudança no setor público, e sabemos que participantes com trajetórias de qualquer área têm potencial para contribuir com a transformação da gestão pública do país. Conhecimentos específicos sobre gestão pública, bem como o curso que você fez, ou a universidade onde estudou não são considerados nas avaliações das etapas durante o processo seletivo regular. No nosso último processo seletivo, por exemplo, tivemos inscritos de quase 200 cursos diferentes.


Entretanto, para participar do Programa TGP na modalidade profissionais públicos, no qual o público-alvo consiste em profissionais públicos em início de carreira, que já atuam no setor público e desejam continuar como trainees no mesmo órgão governamental por pelos menos 12 meses, contados a partir de 01/01/2023, é necessário que a experiência atual de trabalho integre pelo menos um dos seguintes pontos:


a. Análise de dado, e/ou;

b. Captação de recursos, e/ou;

c. Gestão fiscal e orçamentária, e/ou;

d. Gestão de implementação de políticas públicas, e/ou; 

e. Gestão de parcerias e contratos, e/ou; 

f. Gestão de projetos e/ou processos, e/ou;

g. Gestão de tecnologia e/ou inovação, e/ou;

h. Monitoramento e avaliação de políticas públicas, e/ou; 

i. Planejamento estratégico. 




Como o Vetor Brasil apoia Trainees e Residentes durante o trabalho nos governos no programa TGP?


Os Programas Trainee e Residentes de Gestão Pública são, principalmente, uma experiência de aprendizagem prática e de autodesenvolvimento pessoal e profissional. Entendemos que as pessoas pré-selecionadas pelo Vetor Brasil e que são contratadas pelos governos parceiros estarão durante os 12 meses de programa em constante processo de crescimento. Para que esse desenvolvimento aconteça e potencialize a entrega de resultados nos governos em que atuam, foram criadas trilhas de desenvolvimento personalizadas para a experiência do em cada programa. 


A matriz curricular dos programas de desenvolvimento ses divide em dois grandes pilares: de competências técnicas e socioemocionais, fundamentais para profissionais do século XXI e que englobam mais de 30 grandes temas. O papel do Vetor Brasil é o de conectar trainees e residentes com as ferramentas de apoio ao desenvolvimento, priorizando o protagonismo no crescimento individual e a conscientização sobre as fortalezas e desafios de cada um.


Para isto, o currículo se destrincha em diversas iniciativas e programas que consideram os diferentes momentos da trajetória de cada pessoa, permitindo que elas e eles percorram a trilha de desenvolvimento de acordo com suas particularidades e preferências. Algumas temáticas começam a ser trabalhadas antes mesmo do início da pessoa no governo, para garantir que ela tenha os recursos necessários ao iniciar a jornada de trabalho.  


Os programas incluem, por exemplo, formações presenciais, formações online síncronas e assíncronas, avaliações de desempenho e plano de desenvolvimento individual, rede de profissionais de psicologia, parceiros e parcerias com plataformas de cuidado de saúde mental, mentorias, entre outros. Além disso, o Vetor Brasil acompanha a jornada de cada Trainee e Residente neste período para proporcionar a melhor experiência e aprendizado possíveis.


Observação: as atividades presenciais estão suspensas até segunda ordem em atenção às medidas de combate ao Coronavírus. 



O Vetor Brasil avalia o trabalho de cada Trainee/Residente no governo?


Não. Trainees e residentes têm vínculos formais diretos com o governo e respondem diretamente às suas chefias diretas nas respectivas secretarias ou órgãos onde trabalham.


O papel do Vetor Brasil durante esse período de participação no Programa TGP e Programa de Residência em Gestão Pública é facilitar o relacionamento entre as chefias e cada Trainee/Residente. Para isso, disponibilizamos periodicamente algumas ferramentas de avaliação de desempenho e outros materiais, eventos e espaços para gestores diretos e Trainees/Residentes com o objetivo de apoiar o processo de desenvolvimento e também potencializar a performance e os resultados entregues. 


Quem apoia o meu desenvolvimento no Governo?


No programa Trainee de Gestão Pública o gestor direto no governo é responsável por acompanhar o desempenho e o desenvolvimento de cada Trainee. Entretanto, sabemos que nem todas as pessoas que ocupam posições de chefia no governo dispõem de ferramentas de gestão de pessoas, baseadas em competências e em desempenho. Por isso, o Vetor Brasil oferece ferramentas para que cada Trainee de Gestão Pública e sua chefia direta possam, em conjunto, potencializar as oportunidades de desenvolvimento durante o programa.


No programa de Residência em Gestão Pública o responsável pela gestão direta no governo é o responsável por acompanhar o desempenho e desenvolvimento de cada residente, assim como o Vetor Brasil oferece ferramentas para que cada residente e sua chefia direta possam, em conjunto, potencializar as oportunidades de desenvolvimento durante o programa. Além disso, os tutores do Programa de Tutoria acompanham de forma individual os residentes com o intuito de apoiar o desenvolvimento e potencializar as suas entregas ao longo do programa.


Qual é o perfil dos participantes do Processo Seletivo Unificado?


São pessoas com trajetórias e vivências diferentes, mas que carregam em si uma grande vontade de fazer parte da mudança e acreditam que seja possível gerar impacto em escala por meio do setor público.


Além disso, são pessoas mão na massa que sabem trabalhar bem em equipe e possuem alta capacidade de resolução de problemas, resiliência, vontade de aprender e interesse em viver novas experiências.


Quem pode participar do Processo Seletivo Unificado?


Podem participar do Processo Seletivo Unificado pessoas::


  • brasileiras (ou que já concluíram seu processo de naturalização);
  • maiores de 18 anos;
  • que não tenham parente de primeiro grau, cônjuge, irmã ou irmão trabalhando atualmente no time interno do Vetor Brasil (ser Trainee de Gestão Pública não configura como time interno);
  • com graduação reconhecida pelo MEC, seja na modalidade licenciatura, bacharelado ou tecnólogo, ou que completam sua graduação em uma dessas três modalidades até 31 de março de 2022. Lembre-se: você deverá nos apresentar certificado e/ou o diploma de conclusão de curso ao final do processo seletivo.


Especificamente para o Programa Trainee de Gestão Pública na modalidade Profissionais Públicos acrescentam-se os requisitos: 


  • graduação reconhecida pelo MEC, seja na modalidade licenciatura, bacharelado ou tecnólogo, ou que completam sua graduação em uma dessas três modalidades até o final do processo seletivo.  
  • estar alocado em:

(i) qualquer órgão ou entidade da Administração Direta e Indireta da União, Estado, Distrito Federal ou Município; 

(ii) do Ministério Público da União, de Estado, do Distrito Federal ou de Município; 

(iii) ou do Tribunal de Contas da União, de Estado, do Distrito Federal ou de Município. 

  • desejar permanecer atuando no mesmo cargo e órgão por pelo menos 12 meses, a contar de 01/01/2023.


Não restringimos idade máxima, tempo depois de formação ou cursos de graduação. 



Sou imigrante. Posso participar do Processo Seletivo Unificado?


Somente se você tiver o processo de naturalização concluído e um diploma reconhecido pelo MEC. O setor público possui normas muito diferentes de uma cidade/estado para outra, em relação à contratação de profissionais imigrantes para atuar na gestão pública brasileira, o que impede a possibilidade de um consenso legal em relação ao assunto. Por esse motivo, para esta edição do processo seletivo, pessoas imigrantes não serão consideradas elegíveis.

Confira mais detalhes no nosso comunicado oficial.


Possuo graduação em curso tecnólogo. Posso participar do Processo Seletivo Unificado?


Sim. Pessoas com graduação já concluída e reconhecida pelo MEC em bacharelado, licenciatura ou curso tecnólogo, e, também, pessoas que irão concluir uma graduação em qualquer uma dessas três modalidades até 31 de março de 2023 podem participar do processo seletivo.


Lembrando que, para profissionais públicos a graduação deve estar concluída até o final do Processo Seletivo Unificado. 


Preciso viajar para participar do Processo Seletivo Unificado?


Não, todas as etapas realizadas pelo Vetor Brasil são online! Queremos conectar governos com pessoas preparadas para trabalhar em grandes desafios e gerar impacto social em larga escala. Para isso, buscamos pessoas motivadas e diversas de todos os lugares do Brasil.


Além disso, acreditamos que um processo online pode viabilizar as mesmas oportunidades de participação no processo seletivo, independente de onde cada pessoa esteja. Nos últimos processos seletivos, tivemos inscrições de todos os estados do Brasil. 


Como posso me preparar para o Processo Seletivo Unificado?


Criamos um material que reúne dicas e informações importantes sobre cada etapa. Acesse o nosso Guia de Preparação para se preparar para o processo seletivo aqui!


Minhas opiniões e crenças políticas podem implicar na minha desclassificação do processo seletivo?


Somos uma organização suprapartidária, que tem como missão criar uma rede engajada e diversa que potencialize o setor público brasileiro. Por isso, respeitamos todas as crenças, valores e opiniões individuais, e acreditamos no potencial de um governo composto por pessoas diversas para criar políticas públicas que atendam a população. Deste modo, não levamos esses pontos em consideração em nosso processo seletivo e avaliamos estritamente competências. 

 

Caso você esteja participando do Processo Seletivo Unificado com o objetivo de participar do Programa Residência em Gestão Pública ou Trainee de Gestão Pública na modalidade Profissionais Públicos, a fim de ter uma oportunidade para ingressar no setor público e não se sinta confortável em atuar em um governo ligado a um determinado partido, você poderá indicar essa restrição na Etapa de Apresentação Pessoal e Formulários Complementares, no passo de Formulário de Preferências e não terá indicações para vagas de governos desse partido.


Como é calculada a nota na Etapa de Testes Online?


A Etapa de Testes Online é formada por três testes, nessa ordem: Português, Lógica e Perfil. Os testes de Português com 12 questões de múltipla escolha e o de Lógica com 10. Já o teste de perfil tem 60 questões com uma escala de 1 a 7. Os testes de Português e Lógica são eliminatórios e você precisará obter ao menos 30 pontos para ter acesso ao teste seguinte. 


Após a realização dos três testes, analisaremos seu resultado e, a partir dele, calcularemos uma nota padronizada de cada teste. A nota padronizada existe porque aplicamos tipos de testes diferentes entre participantes. Desta forma, para comparar os resultados de testes diferentes, temos que ter uma base comum de comparação entre todos eles. Porém, todos os testes possuem o mesmo grau de dificuldade.


Depois de calculada sua nota padronizada de cada teste, iremos verificar se esse resultado é igual ou acima da nota de corte. A nota de corte é baseada nas pontuações gerais de participantes do processo seletivo mais a ação afirmativa de raça, visando manter a mesma proporção racial que tivemos nas inscrições nas aprovações da etapa de testes online. Você pode saber mais sobre essa ação aqui.


Portanto, para ser aprovado, você precisa concluir os três testes e ter nota superior à de corte em todos eles. 



Por que preciso assinar o Código de Ética?


Acreditamos que a ética é um dos principais pilares para construir um setor público melhor. Por isso, pedimos para você e também para todas as pessoas que se envolvem conosco lerem e concordarem com este documento. A partir dele, você se compromete a manter uma postura ética em sua participação durante o processo seletivo e em sua atuação, se você se tornar finalista ou trainee. Por isso, é obrigatório que todas as pessoas leiam e concordem com nosso Código de Ética caso queiram continuar no processo seletivo. 


Como terei informações do resultado e das convocações para as etapas seguintes?


A principal forma de comunicação do Vetor Brasil com você será feita pelo e-mail cadastrado no momento de inscrição. Você receberá mensagens toda vez que houver alguma mudança no seu status do processo (convites para as próximas etapas e reprovações) e alguns lembretes de prazo. O Vetor Brasil se exime de qualquer responsabilidade caso você não tome conhecimento de alguma convocação por não acessar seu e-mail frequentemente ou por não acessar a caixa de “spam” ou “lixeira”.


Também temos a página “Meu Processo”, plataforma que centraliza todas as informações do Processo Seletivo Unificado, permite que você acompanhe seu progresso e acesse as próximas etapas.


Por que dizemos que o Vetor Brasil pré-seleciona profissionais para trabalhar no setor público?


Dizemos que o Vetor Brasil faz a pré-seleção porque quem faz as últimas etapas do processo seletivo para o Programa Trainee de Gestão Pública na modalidade regular e para o Programa de Residência e tem a decisão final de contratação é o governo.


Para participantes que são da modalidade profissionais públicos do Programa Trainee de Gestão Pública, a seleção é de responsabilidade do Vetor Brasil, finalizando na Etapa Entrevista por Competências. Após a aprovação nesta etapa, as ações são geridas pelo governo onde a pessoa candidata está atuando, que deverá decidir seguir com o processo de formalização do acordo de cooperação técnica entre o Governo e o Vetor Brasil.


A responsabilidade do Vetor Brasil é indicar, dentre o grupo de finalistas disponíveis após a certificação, as pessoas que forem mais compatíveis com as vagas que podem ser abertas em nossos governos parceiros. A decisão final de entrevistar e de, por fim, contratar, é dos próprios governos. Por isso, o Vetor Brasil se posiciona como responsável pela pré-seleção no processo.


Você pode conferir detalhes sobre cada etapa em nosso Guia de Preparação.


O que é ser Finalista?


Finalistas do Processo Seletivo Unificado optaram por concorrer aos Programas Trainee de Gestão Pública na modalidade regular ou Residência em Gestão Pública, pois buscam uma oportunidade no setor público e ainda assim passaram por todas as etapas do processo conseguindo aprovação na Etapa de Entrevista por Competências, assinaram o Termo de Compromisso de Finalista para participar do pareamento. 


A partir deste momento, finalistas passam a ter acesso a oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, que incluem:

  • estar disponível para indicações para oportunidades de governos parceiros;
  • ter acesso a uma série de conteúdos online disponíveis somente para candidatas e candidatos do Processo Seletivo do Programa Trainee de Gestão Pública 
  • acesso a um ambiente virtual de troca com finalistas e com a equipe interna do Vetor Brasil.


Como se dá o pareamento na Etapa de Pareamento?


O Vetor Brasil é responsável por conectar as oportunidades disponíveis em governos parceiros e finalistas (para Trainee ou Residência) e por selecionar profissionais públicos que já atuam no governo e que queiram se tornar Trainees de Gestão Pública no próprio órgão de governo de sua atuação.


Apenas finalistas passam por pareamento na Etapa de Pareamento, pois ainda não são profissionais públicos ou estão em busca de recolocação e, por isso, deverão se conectar a uma oportunidade disponível.


Essas oportunidades dependem da necessidade dos governos parceiros do Vetor Brasil e, por isso, podem surgir ao longo de todo o ano. 


A conexão entre oportunidade e finalista se dá através de um algoritmo próprio que leva em conta a necessidade do governo parceiro e o perfil de cada finalista mapeado durante as cinco etapas anteriores e o preenchimento do Formulário Preferências. Veja abaixo:

 



É importante ressaltar que, caso não haja disponibilidade de vagas compatíveis com o seu perfil, a indicação pode não acontecer. 


Após a indicação, o governo é responsável por todo o processo, desde a decisão de entrevistar, até a realização das entrevistas e possível contratação.  


O processo seletivo só acaba quando a contratação é finalizada pelo governo, seja por nomeação, outorga de bolsa ou celebração de contrato de trabalho (a depender da modalidade de vínculo da posição). A partir daí, você receberá o Termo de Compromisso, que formaliza o início dos Programas Trainee de Gestão Pública ou Residência em Gestão Pública e a entrada na rede do Vetor Brasil. 

O modelo de contratação do Programa de Residência com o governo é através de vínculo de estágio de pós-graduação, formalizado por um Termo de Residência. O residente também possui vínculo com o Vetor Brasil, formalizado através de um Termo de Compromisso, que rege o pagamento da bolsa acadêmica que o residente recebe durante o Programa e as responsabilidades das partes envolvidas.


É importante destacar que o Vetor Brasil não garante a indicação, a realização das entrevistas, a aprovação em entrevistas, ou a contratação de finalistas pelo governo. Hoje, as indicações e entrevistas com governos dependem da disponibilidade de oportunidades alinhadas aos Programas Trainee de Gestão Pública e Residência em Gestão Pública nos governos parceiros. 


Para quem vou trabalhar caso consiga aprovação em todas as etapas? Quem fará a minha gestão?


Caso você seja uma pessoa aprovada em todas as etapas e se torne Trainee de Gestão Pública ou Residente do Programa de Residência em Educação, sua contratação será, ou continuará sendo realizada pelo governo, e o trabalho acontecerá em alguma unidade organizacional do setor público. Por isso, a sua gestão direta será realizada por profissionais que trabalham nos governos e que poderão acompanhar de perto o desempenho de suas atividades.


Em que cidade posso trabalhar?


Atualmente, temos uma rede presente em municípios e estados de todas as regiões do país. Apesar desse histórico, não conseguimos prever onde as oportunidades de trabalho surgirão. Desta forma, é muito importante estar com a cabeça aberta para possíveis desafios em todo Brasil! 


É importante ressaltar que a indicação para oportunidades não é aleatória! Levamos em consideração também as suas preferências indicadas na Etapa de Pareamento contida no processo seletivo unificado, específico para participantes regulares no programa de Trainee de Gestão Pública e Residência em Gestão Pública . Assim, neste momento, você poderá indicar se quer atuar em uma oportunidade em alguma Unidade Federativa específica, ou não gostaria de ter indicação para vagas em alguma área determinada do governo. Usamos todas essas preferências e restrições na hora de fazer o pareamento entre você e as oportunidades. 


No caso de pessoas que estão participando do processo seletivo unificado como Profissionais Públicos para o Programa Trainee de Gestão Pública, a cidade de atuação permanecerá a mesma, já que esse público deseja ser trainee por 12 meses no mesmo órgão governamental que trabalha atualmente.


Posso continuar morando na cidade onde já resido? 


Existe essa possibilidade. É possível que participantes que estejam prestando o processo seletivo regular continuem morando na cidade onde já residem, caso ocorra a aprovação na Etapa de Entrevista com Governo para uma oportunidade em um governo de sua residência.

 

Entretanto, não é possível garantir acesso a oportunidades compatíveis com você em sua cidade. Você pode indicar suas preferências e restrições geográficas na Etapa de Preferências e isso será levado em consideração no processo de indicação pelo nosso sistema.


De toda forma, queremos lembrar que boa parte da experiência de ser Trainee ou Residente de Gestão Pública envolve desafiar-se ao novo, sair da zona de conforto e trabalhar em um lugar diferente do qual já reside. Fazemos esse convite para que você aproveite uma grande oportunidade de conhecer mais sobre o Brasil!


Com a aprovação em uma entrevista com o governo, os finalistas podem recusar a proposta uma vez. Na segunda, há o encerramento da participação no processo seletivo. O encerramento também acontece caso ocorra o aceite da proposta e a recusa em seguida.


Qual o limite de reprovações em entrevistas com os governos?


Cada pessoa pode ser reprovada em 9 entrevistas pelo governo. Após esse limite, se não houver a seleção por algum governo, essa pessoa terá a participação nesta edição do processo seletivo encerrada, podendo se inscrever novamente em edições futuras.


Posso escolher o órgão ou secretaria onde vou trabalhar? 


Para participantes do processo seletivo que tenham o objetivo de encontrar uma oportunidade de ingressar no setor público ou de mudar de órgão governamental em que trabalham, há na Etapa de Apresentação Pessoal e Formulários Complementares há um formulário onde colhemos as informações sobre o interesse dos participantes. Nele, você irá especificar quais são suas preferências e restrições, considerando estado, áreas de interesse e partidos políticos, por exemplo, você pode dizer que não quer trabalhar em secretarias de Educação, mas que tem abertura a todas as outras e que tem alta preferência por Saúde ou Direitos Humanos. Ou também que está aberto para atuar em todos os estados da federação e partidos.


Com isso, as recomendações são mais assertivas e de acordo com o perfil de cada participante, pois usamos essas informações na hora de fazer indicações aos governos que podem te entrevistar para vagas.


De toda forma, vale lembrar que isso não garante a sua indicação para oportunidades que possam surgir nessas áreas. Isso porque o pareamento depende de outros fatores, como a compatibilidade do perfil comportamental de cada finalista com as necessidades do governo, e, também, a possibilidade de outras pessoas serem mais compatíveis. 


Já trabalho no setor público. Posso ser Trainee de Gestão Pública e continuar no meu trabalho?


Sim! Mas apenas se optar fazer parte do Programa Trainee de Gestão Pública na modalidade Profissionais Públicos. Durante as edições anteriores do processo seletivo do Programa Trainee de Gestão Pública, tivemos um número significativo de candidaturas de pessoas que, ao virarem finalistas, nos contavam que já atuavam no governo e que desejavam permanecer nos seus respectivos cargos.


Qual vai ser o meu salário?


Caso você se torne Trainee de Gestão Pública, o seu contrato será alinhado diretamente com o governo no qual você recebeu direcionamento e aprovação na etapa de entrevista. Assim, a sua unidade organizacional de trabalho no setor público definirá o valor do salário. Por isso, pode variar de acordo com a função e a realidade do estado e/ou município. O valor exato do salário e benefícios serão informados no momento da indicação para a oportunidade no Governo. A média histórica de salário de trainees é de cerca de R$4.000,00 bruto (sem descontos). Lembrando que o histórico não significa que as futuras oportunidades estarão adequadas a isso. 

A média histórica da bolsa acadêmica do Programa de Residência em Gestão Pública é de R$4.000 bruto (sem descontos).


Qual é o instrumento utilizado para contratação de trainees?


O governo define o instrumento que utilizará para cada contratação, podendo ser: cargos de livre provimento (cargos em comissão) ou bolsas via fundações de amparo à pesquisa. Outros instrumentos podem ser propostos pelos governos e serão avaliados pela equipe jurídica do Vetor Brasil.


O que pode acontecer depois do Programas?


Depois do término do tempo vigente do Programa Trainee de Gestão Pública e do Programa de Residência em Gestão Pública. Você se tornará alumni. Caso tenha aderido à participação na Rede do Vetor Brasil, você continuará fazendo parte das nossas plataformas de comunicação, mobilização e conexão e tendo a oportunidade de participar de todas as ações promovidas pelo Vetor Brasil e de participantes para a Rede. 


O Vetor Brasil não se responsabiliza pela realocação de Trainees e Residentes após sua experiência no governo, mas pode oferecer apoio durante esse processo. Temos histórias de trainees alumni hoje que continuam atuando em governo, no terceiro setor, em startups, iniciativa privada ou realizando pós graduação e mestrado. 


Trainees que sofrem demissão podem ser alocadas e alocados novamente? 


Se a demissão não acontecer por consequência de mau desempenho ou desalinhamento com os valores do Vetor Brasil, existe a possibilidade desta pessoa retornar ao processo de indicação e entrevista com governos parceiros, em condições especiais, no caso de participantes do Programa Trainee de Gestão Pública.


Para que isso seja determinado, é importante que seja atestado que a demissão tenha acontecido sem que a(o) trainee pudesse ter evitado. Exemplos são as exonerações em cargos comissionados por acordos políticos ou trocas de gestão, descontinuidade de parcerias entre governo e organizações que apoiam financeiramente trainees ou extinção de bolsas por falta de recurso financeiro, entre outros. 


Além disso, também podem ser consideradas para esse processo pessoas que comprovadamente estejam em uma situação de descumprimento de compromisso por parte do governo, como desvio drástico de funções, ausência de remuneração e ocorrência de assédio moral, sexual ou de qualquer outro tipo.


O que são e qual o objetivo das formações presenciais?


O Programa Trainee de Gestão Pública tem como objetivo apoiar governos a comporem as suas equipes com profissionais com alto engajamento e com as competências necessárias para colocarem a mão na massa na entrega de resultados. Por isso, nos preocupamos em oferecer ao longo dos 12 meses de experiência como Trainee uma série de ferramentas de desenvolvimento, com foco em potencializar sua experiência no governo.


Entre essas ferramentas estão as Formações Presenciais realizadas pelo Vetor Brasil, que acontecem duas vezes durante os 12 meses de experiência. A primeira em até três meses do início do Programa e a segunda seis meses após a primeira. Cada uma costuma ter a duração de 5 dias úteis. Por isso, cada Trainee deverá combinar com a pessoa que faz a sua gestão a sua dispensa em atividades do trabalho nos dias das formações, para que possa se dedicar integralmente à elas. Nos comprometemos a avisar com antecedência para que seja possível se organizar internamente.


A participação nas duas formações faz parte da trilha de desenvolvimento proposta a cada Trainee, sendo essencial para o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais.

 

O currículo é dividido em temáticas específicas e contribui para estimular novas oportunidades e trazer segurança e embasamento para as diversas frentes. O reconhecimento da experiência do Vetor Brasil em áreas técnicas, como direito e administração pública, se soma ao desenvolvimento de competências fundamentais que potencializam a capacidade de transformar a realidade do setor público brasileiro.


Além disso, o espaço é uma grande oportunidade de fortalecer o relacionamento entre participantes do programa, que atuam em diferentes governos e temáticas pelo país, trocando experiências e boas práticas. 


Buscamos potencializar a troca em rede, criar vínculos de confiança, gerar e aplicar conhecimentos sobre gestão pública. Tudo isso visando a aplicabilidade no dia a dia e a potencialização do setor público brasileiro.


Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato conosco pelo e-mail contato@vetorbrasil.com

PARA CONHECER UM POUCO MAIS DA NOSSA CAMINHADA E DOS NOSSOS RESULTADOS, CLIQUE AQUI E ACESSE O NOSSO RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE 2021.

Somos uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos e suprapartidária, que identifica e desenvolve profissionais para aumentar a eficiência do setor público e reduzir as desigualdades sociais do país. As soluções para as maiores emergências sociais estão nos governos e para colocá-las em prática, é preciso de pessoas. Acreditamos que gente bem preparada em ação é a chave para um ciclo virtuoso de impacto social positivo dos governos.